Monthly Archives: February 2005

TEMPLO

Levantou-se o vento e a tempestade caiu súbitoSobre a cidade sôfrega de gente. Dentro, o aconchego de teus braçosE teu corpo em mim…quente, quente!Desse dia negro tu fizeste assimO dia de amor feito Luz, Tempo sem fim. Templo, meu corpo, … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

TEMPLO

(foto de X. Maya) Levantou-se o vento e a tempestade caiu súbitoSobre a cidade sôfrega de gente. Dentro, o aconchego de teus braçosE teu corpo em mim…quente, quente!Desse dia negro tu fizeste assimO dia de amor feito Luz, Tempo sem … Continue reading

Posted in Uncategorized | 47 Comments

APONTAMENTO…

(foto de Victor Melo) Precisei de ti e tu não estavas para mim. Apenas para mim não trouxeste Tempo. Precisei de ti, tanto…nesse momento!…

Posted in Uncategorized | 35 Comments

PERMANEÇO.

Este medo de sentir…Esta dor que não o é ainda… Esta cruz que se carregaE essa entrega que tarda… Luz difusa que te esconde…E profusa vai ondeMais ninguém pode ir… Apenas eu permaneçoNo escuro e só desçoBem fundo no poçoQue … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

PERMANEÇO.

.Este medo de sentir…Esta dor que não o é ainda… Esta cruz que se carregaE essa entrega que tarda… (foto de Luís Barros) Luz difusa que te esconde…E profusa vai ondeMais ninguém pode ir… Apenas eu permaneçoNo escuro e eisque … Continue reading

Posted in Uncategorized | 38 Comments

Pois é…

…hoje não vou publicar nenhum conto, ou poema…[]Hoje estou com uma solene dor de cabeça! Claro que eu posso (querendo) tomar um comprimido para isso…mas certamente vai fazer mal ao meu querido estômago…Depois tenho de tomar um comprimido para as … Continue reading

Posted in Uncategorized | 19 Comments

ESSE LUGAR…

Vejo, sim!… Posso ver Ao longe esse lugarTão só meu, pleno de luz e solSem amargura ou dorUm lugar…esse lugar que Me espera e quer.Posso ter, se quiser,A paz, o alento e o Teu calorBasta querer… E me encontro entãoContigo, … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

ESSE LUGAR…

(foto de Nuno Freitas) Vejo, sim!… Posso ver Ao longe esse lugarTão só meu, pleno de luz e solSem amargura ou dor!Um lugar…esse lugar que Me espera e quer.Posso ter, se quiser,A paz, o alento e o Teu calorBasta querer… … Continue reading

Posted in Uncategorized | 38 Comments

AS PALAVRAS

(foto de A. Vera-Cruz) – Não! Não quero mais escrever. – Porquê? Que tem? – Tem… que escrevo letras como quem rasga a pele ao passar pelas silvas…e escorre palavras como sangue que brota de feridas abertas. E a cada … Continue reading

Posted in Uncategorized | 52 Comments

A SEREIA

São tristes as canções que canto! Tristes como o mar sem céu.E não vejo linha de horizonte, nem ponte ou ponto de partida ou de chegada…A sereia “canta bela”…mas o canto e a sedução …são dela. Minhas…são as mágoas que, … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

A SEREIA

(foto de Joel Santos) São tristes as canções que canto! Tristes como o mar sem céu.E não vejo linha de horizonte, nem ponte ou ponto de partida ou de chegada…A sereia “canta bela”…mas o canto e a sedução …são dela. … Continue reading

Posted in Uncategorized | 28 Comments

SONHAR É POSSÍVEL…

(foto de Erik Reis) …e eu posso sonharo quanto quiser,quando quiser… Sonhar é viver também! Porque em meu sonhar tu gostas de mim:do meu corpo o calor,da cor dos meus olhos,e da pele macia,do que eu te digoem segredo ao … Continue reading

Posted in Uncategorized | 15 Comments

CASARIAS COMIGO???

.Reencontrei a fonte do desejo: o calor desse beijo me enlouqueceu! E quero, quero mais…muito mais!Vem e traz contigo tuas mãos para desvendarem meu corpo; traz os teus olhos para eu beber deles o elixir da vida. E vem, assim … Continue reading

Posted in Uncategorized | 49 Comments

Apenas isto!

Sinto a minha pequenez face à imensidão de sentimentos que não consigo transpor para palavras. Sinto, assim, o que realmente valho…

Posted in Uncategorized | Leave a comment

AGORA SEI!

Eu não sabia…mas de Inverno também há flores!!!E Sol… e estrelas e canções de amor… EXALTAÇÃO Viver!… Beber o vento e o sol!… ErguerAo Céu os corações a palpitar!Deus fez os nossos braços pra prender,E a boca fez-se sangue pra … Continue reading

Posted in Uncategorized | 42 Comments