Monthly Archives: March 2006

PESADELO!

(foto de BlueShell) Parti de um porto perto de mimNa procura de um sonho vazio de SerQue já nada tinha para me darSem eu o saber!Mas parti…mesmo assim… Penhorei as palavras que te ia dizerSufoquei as lágrimas para não ceder,Para … Continue reading

Posted in Uncategorized | 59 Comments

…ainda que…

(foto de BlueShell) Amar-te-ei a cada instanteMeu amigo, meu amante. Amar-te-ei na ausênciaPelas memórias que semeaste em mim. Amar-te-ei com meu jeitoTerno e franco… Amar-te-ei ainda que me digasQue me não conheces e me negues a existência Amar-te-ei ainda que … Continue reading

Posted in Uncategorized | 76 Comments

Não digas nada…

(foto de BlueShell) Desde quando teus olhos deixaram de brilhar? Só agora reparei…onde está o brilho que tinham quando olhavam para mim? Quando mergulhavam bem fundo no meu ser?E se as palavras que dizes são sem cor…Se teu olhar-me se … Continue reading

Posted in Uncategorized | 66 Comments

VERSOS DE DOR…

(foto de BlueShell) Nos versos que faço te procuro em sofrido desesperoE por não te encontar sei que meus versos não sãoVersos de amor…são versos de dor…Que te anseiam e em vão se cansam de tanto teProcurar….

Posted in Uncategorized | 286 Comments

O fazer amor contigo!…

(foto de BlueShell) No acordar, depois da longa noite,Soube provar dos teus beijosO sabor a mar e o teu olharSorria e eu sentia nesses lábiosO calor da paixão, a emoçãoDe amar há muito esquecida… No acordar tremi de excitação…Senti teu … Continue reading

Posted in Uncategorized | 38 Comments

Onde quer que estejas saberás…

(foto de BlueShell) Que onde quer que estejas, pai,Me possas ver sorrir-te assimComo criança que onde quer que vaiTe leva bem fundo no peito…e enfimChora!…e mesmo no sorrir…sorri diferentePorque a cada dia mais forte senteA dor que estala e fere … Continue reading

Posted in Uncategorized | 33 Comments

Nua…para ti!…

(foto de BlueShell) Quando, mesmo em sonhos, passas tuas mãosPelo meu corpo despido de tudoSinto a Verdade que existe em ti, em nós…Sinto o sol afagar-me em carícias mil…Depois sinto despertar intenso desejoE o que quero…não o vejo…E o concretizar … Continue reading

Posted in Uncategorized | 45 Comments

Pelo teu olhar…

(foto de BlueShell) Ensina-me a ver as coisas belas……e traz contigo o sol que faz delasVisão sublime do Criador…Então verei com olhos de Amor!…

Posted in Uncategorized | 38 Comments

Encruzilhada!

(foto de BlueShell) Rebolei-me nas palavras…e elas me acariciaram a alma…Fiz amor com cada sílaba e me senti mulher… …e o silêncio traduz um céu sem estrelas…um dia sem luz …que o caminho que piso me conduzÀ escuridão de uma … Continue reading

Posted in Uncategorized | 34 Comments

Dor de tanto sentir

(foto de BlueShell) Adormeci nos seus braços ternos e…não tive frio.Adormeci em paz… Não sonhei! O Sonho estava ali a meu lado… Quando acordei não havia sol… Mas tinha dormido nos seus braços…e estava feliz… Porém, o dia trouxe a … Continue reading

Posted in Uncategorized | 29 Comments

Palavras que tardam..

(foto de BlueShell) O dia tristonho não me deixa verP’ra lá das montanhas seu olhar profundo… É o meu amado…Lá do outro lado …tão longe de mim… Sonhos alimentam o meu estar vivaE seus beijos quentes me aquietam e excitamMe … Continue reading

Posted in Uncategorized | 21 Comments

É DEMAIS…Uma "provação" assim….

… – “Então? Como é que fica?” – Olha, é assim….ou ponho a Matilde a ser atingida por um raio!!! Ou ponho o Dário a fazer de conselheiro matrimonial e levá-la de novo para os braços do Francisco…que a esta … Continue reading

Posted in Uncategorized | 4 Comments

Ainda…"Provação"…sim, a que está em baixo….

– ” Queres com adoçante?” – ” Não, sem nada. O rapaz já sabe que é sem nada que eu tomo o café!” – ” Eu quero com adoçante… – ” Mas então olha lá. ao telefone dizias que querias … Continue reading

Posted in Uncategorized | 16 Comments

Provação II…[ ou o conto que ninguém vai ter paciência de ler até ao fim…)

Os dias pesavam arrastando-se lentamente.E o coração de Matilde, toda a força da sua juventude ficava ali….sepultada naquelas paredes de granito, naqueles grilhões sociais…Sentia frio, muito frio! Mas um frio que lhe invadia a vontade, o querer, o sonhar!Matilde morria … Continue reading

Posted in Uncategorized | 11 Comments

Provação…

(foto de BlueShell) Matilde sempre soubera que aquele não era o seu lugar!Uma aristocracia com que ela nunca se identificara, uma afectação nos gestos e nas poses…até dos criados…intimidavam-na! Faziam-na sentir-se muito pequenina, insignificante, mesmo!…- serei mesmo isso: insignificante! – … Continue reading

Posted in Uncategorized | 12 Comments